10%

PAQUETE DE OLIVEIRA: O SOCIÓLOGO QUE MOLDOU A NOSSA FORMA DE PENSAR A COMUNICAÇÃO

«Paquete de Oliveira deixou um contributo incontornável no jornalismo, na universidade, na investigação relativa aos mass media
— Marcelo Rebelo de Sousa

Falar em «sociologia da comunicação» ou em «provedor do leitor/telespectador» remete-nos necessariamente para o nome de Paquete de Oliveira. A sua passagem por programas da televisão portuguesa, como Casos de Polícia, na SIC, ou Voz do Cidadão, na RTP, trouxe ao quotidiano português a imagem do sociólogo empenhado na defesa da liberdade e da responsabilidade da expressão jornalística.
Este livro reúne pela primeira vez os seus textos académicos dispersos, as suas reflexões de provedor e textos inéditos, constituindo um testemunho valioso para uma época marcada por novos desafios da comunicação ao nosso quotidiano, como as fake news e a erosão da confiança entre os públicos e os media.

José Manuel Paquete de Oliveira

José Manuel Paquete de Oliveira (1936-2016) nasceu na Madeira. Estudou no Seminário do Funchal, onde mais tarde foi professor e responsável pela área da Educação, e foi ordenado padre em 1960. Licenciou-se em Sociologia na Faculdade de Ciências Sociais da PUC, em Roma.
Trabalhou como jornalista profissional, nomeadamente, no Jornal da Madeira, no Diário de Notícias do Funchal, no Diário Popular, no Diário de Notícias e no Expresso. Nos anos de 1974-1975, foi membro do I Governo Regional da Madeira como representante dos ministros da Educação, do Trabalho e dos Assuntos Sociais. A partir de 1977, tornou-se professor de Sociologia da Comunicação no ISCTE, universidade onde se doutorou e assumiu vários cargos científicos e de gestão. Foi provedor do telespectador da RTP (2006-2011) e provedor dos leitores do jornal Público (2013-2016). Ainda no campo da comunicação social, integrou instituições como a SOPCOM, a LUSOCOM, o ICAP, e foi membro do Conselho Consultivo da Comissão Nacional da UNESCO (1999-2002).