COMUNISMO E NACIONALISMO EM PORTUGAL (bolso) - Tinta da China

Uma obra de referência, fundamental para a história portuguesa contemporânea, da autoria de um dos mais proeminentes historiadores da nova geração.

PRÉMIO DE HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA VICTOR DE SÁ 2008
PRÉMIO JOVENS CIENTISTAS SOCIAIS 2009
PRÉMIO SEDAS NUNES 2010

A história da oposição entre o Partido Comunista Português e o Estado Novo é em parte a história da contradição entre o internacionalismo comunista e o nacionalismo fascista, mas é também a história da oposição entre dois tipos de nacionalismo.
Em Portugal, o nacionalismo comunista consolidou-se no decorrer dos anos 40, com a reorganização do Partido Comunista Português. É a partir da história do PCP que este livro propõe interpretar a relação entre comunismo e nacionalismo.
Ao longo de quatro partes, analisam-se os contributos de dirigentes e intelectuais comunistas para criar o conceito de nação. A primeira parte dedica-se à formação de um discurso político e económico sobre soberania nacional, luta de classes e desenvolvimento económico. A segunda debruça-se sobre a teorização da «questão nacional» no estádio do imperialismo e sobre a relação entre imperialismo e anticolonialismo. Na terceira parte, estão em debate vários procedimentos de invenção de um património cultural nacional, da literatura ao desporto. Finalmente, na quarta parte, são analisadas as interpretações que os historiadores comunistas fazem da história de Portugal.

José Neves

José Neves nasceu em Lisboa em 1978. É professor auxiliar no Departamento de História da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e investigador do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa.
Dirige actualmente a revista Práticas da História – Journal on Theory, Historiography and Uses of the Past. É autor de Comunismo e Nacionalismo em Portugal – Política, Cultura e História no Século XX (Tinta-da-china, 2008), obra que recebeu o Prémio Victor de Sá 2008, o Prémio CES 2009 e o Prémio Adérito Sedas Nunes 2010.
Ainda na Tinta-da-china, coordenou Como se Faz Um Povo – Ensaios em História Contemporânea de PortugalA Política dos Muitos – Povo, Classes e Multidão (Bruno Peixe Dias); Quem Faz a História – Ensaios sobre o Portugal Contemporâneo. Publicou também Da Gaveta para Fora – Ensaios sobre Marxistas (Afrontamento, 2006) e, com Nuno Domingos, A Época do Futebol – O Jogo Visto pelas Ciências Sociais (Assírio & Alvim, 2004).