ESCRITORES (TAMBÉM) TÊM COISAS A DIZER - Tinta da China
10%

Grandes entrevistas a grandes escritores: A. Bessa-Luís, Lobo Antunes, Saramago, Eduardo Lourenço, Tabucchi, Mia Couto, Valter Hugo Mãe, Mário de Carvalho, Gonçalo M. Tavares, Dulce Maria Cardoso, Manuel António Pina, Hélia Correia.

«Foram os autores, com o seu trabalho, a suscitar em mim as perguntas que lhes coloquei. São eles que, dando-se a conhecer nas suas respostas, nos oferecem pistas de reflexão para podermos lê-los melhor.»
Carlos Vaz Marques

Ao longo de mais de uma década, Carlos Vaz Marques entrevistou dezenas de autores. Profundamente conhecedor do seu trabalho e do seu percurso, nestas doze entrevistas a escritores portugueses o jornalista traz a público ideias, idiossincrasias, preocupações e traços de personalidade.

Agustina Bessa-Luís «Os grandes pensadores e os grandes escritores são os grandes desorganizadores sociais.»

José Saramago «Vai ser preciso que eu morra para haver outro Nobel português.»

António Lobo Antunes «Escrevo pela mesma razão que a pereira dá peras.»

Antonio Tabucchi «A escrita é um bicho-do-mato, não é um bicho doméstico.»

Mário de Carvalho «Grande parte da grande literatura passa pela ironia, pela distância e pelo humor.»

Eduardo Lourenço «Estou em dívida para com a humanidade inteira.»

Mia Couto «Não quero que a escrita tome conta de mim. Ficava louco.»

Gonçalo M. Tavares «O livro é o objecto de culto da lentidão.»

Hélia Correia «Estive quase a ser normal, imagine.»

Valter Hugo Mãe «Às vezes penso para mim próprio: sim, eu estou a tentar salvar o mundo.»

Dulce Maria Cardoso «Tudo o que não vivi, li.»

Manuel António Pina «Do que estamos precisados não é de bons poetas, é de boas pessoas.»

Carlos Vaz Marques

Carlos Vaz Marques (1964) é jornalista, tradutor e editor.
É co-autor e coordenador do Programa Cujo Nome Estamos Legalmente Impedidos de Dizer, que sucede ao programa Governo Sombra, criado em 2008 na companhia de Pedro Mexia, João Miguel Tavares e Ricardo Araújo Pereira, e actualmente emitido pela SIC Notícias.
É autor premiado também na rádio como na televisão, destacando-se, entre essas distinções, o Prémio de Jornalismo Científico pela reportagem «Dari, Primata Como Nós», sobre os chimpanzés da Guiné-Bissau, e o Prémio Autores, conquistado por três vezes: com o programa radiofónico Pessoal e… Transmissível, com o programa Governo Sombra e com a série documental emitida pela RTP Herdeiros de Saramago.
Foi, até 2018, o director da revista literária Granta Portugal, publicada pelas Edições Tinta-da-china desde 2013.
Dirige, também na editora Tinta-da-china, a Colecção de Literatura de Viagens, já com mais de meia centena de títulos publicados.
Traduziu mais de uma dezenas de obras literárias e tem quatro livros de entrevistas publicados, um deles no Brasil.