LIVRO DE RECEITAS DOS LUGARES IMAGINÁRIOS - Tinta da China
10%

O PRIMEIRO LIVRO DE RECEITAS (LITERÁRIAS) DE ALBERTO MANGUEL
Estreia mundial

Este livro tem sopa de amantes-demónios, omeleta de dragão, dedos de feiticeiro, dinobúrgueres e até um cocktail de sangue fresco — todos (muito) comestíveis. E, além de encher a barriga, é um convite para que se sente à mesa com as suas personagens preferidas, nos mais marcantes lugares imaginários da literatura.

Tal como colecciona leituras, Alberto Manguel experimenta e inventa receitas desde a adolescência — aqui, junta as duas paixões, na certeza de que desde «um elaborado banquete na Atlântida ao mais simples jantar na ilha de Robinson Crusoe, toda a comida (diz-nos a literatura) é, na sua essência, uma prova da nossa humanidade comum».

COM ILUSTRAÇÕES ORIGINAIS FEITAS PELO AUTOR

Alberto Manguel

Alberto Manguel (1948, Buenos Aires) cresceu em Telavive e na Argentina.
Aos 16 anos, trabalhava na livraria Pygmalion, em Buenos Aires, quando Jorge Luis Borges lhe pediu que lesse para ele em sua casa. Foi leitor de Borges entre 1964 e 1968. Em 1968, mudou‑se para a Europa. Viveu em Espanha, França, Itália e Inglaterra, ganhando a vida como leitor e tradutor para várias editoras. Editou cerca de uma dezena de antologias de contos sobre temas tão díspares como o fantástico ou a literatura erótica.
É ensaísta, romancista premiado e autor de vários best‑sellers internacionais, como Dicionário de Lugares ImagináriosUma História da CuriosidadeA Biblioteca à NoiteEmbalando a Minha Biblioteca, Com Borges e Uma História da Leitura (Tinta‑da‑china, 2013, 2015, 2016, 2018, 2020 e 2020, respectivamente). Foi director da Biblioteca Nacional da Argentina entre 2016 e 2018. Recebeu o Prémio Formentor das Letras em 2017.
Actualmente, vive em Lisboa, onde vai dirigir uma biblioteca e o Centro de Estudos da História da Leitura