NA PRIMEIRA PESSOA - Tinta da China
10%

Pré-venda
UM DIPLOMATA DE EXCEPÇÃO, DETERMINANTE PARA AS RELAÇÕES ENTRE PORTUGAL, AS EX-COLÓNIAS E A EUROPA

Falecido em 2015, José César Paulouro das Neves deixou um extenso depoimento ao historiador Pedro Aires Oliveira, através do qual ficamos a conhecer o percurso deste brilhante diplomata. Os textos de enquadramento também aqui reunidos ajudam‑nos a compreender o seu papel e a sua relevância na história do colonialismo tardio, das independências africanas, da integração de Portugal na UE e das suas relações com o mundo.

«Este livro constitui uma homenagem ao embaixador Paulouro das Neves, que representou Portugal como chefe de missão em Maputo, Madrid, Bruxelas, Roma e Paris. A sua carreira diplomática foi longa e diversificada, incluindo passagens por Tóquio, Estugarda e Brasília, e ainda funções como assessor diplomático em São Bento e, mais tarde, como chefe do gabinete do ministro dos Negócios Estrangeiros. Foi um dos mais brilhantes diplomatas da sua geração, e esta obra dá‑o a conhecer a um público mais vasto do que os restritos círculos políticos ou os seus contemporâneos no Palácio das Necessidades.»
— José de Freitas Ferraz (Prefácio)

José César Paulouro das Neves

José César Paulouro das Neves (1937‑2015) foi um dos grandes diplomatas da sua geração, um profissional imensamente respeitado pelos seus colegas de profissão e ouvido atentamente por decisores políticos de vários quadrantes após o 25 de Abril de 1974. Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra, ligado à família proprietária do Jornal do Fundão, ingressou no MNE em 1964, mau grado as informações desfavoráveis que a PIDE detinha a seu respeito. A sua primeira colocação no exterior aconteceu no Japão, em 1968, seguindo‑se um longo trajecto que o levaria, já como embaixador, a postos tão relevantes como Madrid, Maputo, REPER, Paris e Roma. Após a sua jubilação, foi consultor da Casa Civil do Presidente Jorge Sampaio, tendo‑se dedicado, paralelamente, à docência universitária, na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. É também o autor de Rituais de Entendimento: Teoria e Prática Diplomáticas. Apontamentos (Lisboa: Instituto Diplomático, 2011, [2.ª ed. 2016]).