REI-SOMBRA - Tinta da China
10%

Pré-venda*
ETIÓPIA, 1935
Hirut, uma jovem que acaba de perder ambos os pais, adapta-se à sua nova vida como criada. Mas perante a invasão do exército fascista de Mussolini, ela e as outras mulheres anseiam por fazer mais do que tratar dos feridos e enterrar os mortos.

LIVRO FINALISTA DO BOOKER PRIZE 2020

«Os heróis de romances como O Rei-Sombra continuarão a dizer-nos que a guerra é abominável, a guerra é devastadora, a guerra é uma loucura, recusando-se a fingir que são os protagonistas de uma qualquer causa nobre e gloriosa. A história oficial diz que a guerra foi travada por homens. Mengiste descobre, para nosso benefício, que as mulheres tiveram igual parte na batalha e que o que as informa e faz agir é o amor por algo que não a violência. Este livro é um épico complexo, que nos envolve e comove, um épico inteligente, necessário para o nosso tempo.»
— ALBERTO MANGUEL, director da colecção

«Um romance brilhante que, com profundo lirismo, eleva a história à condição de mito.»
— SALMAN RUSHDIE

«Um livro que nasce da raiva, uma raiva que se torna magnífica pela sua compaixão e pela história que nos conta.»
— AMINATTA FORNA

«Uma obra bela e devastadora.»
— MARLON JAMES

*Envios a partir de 6 de Outubro.

Maaza Mengiste

Maaza Mengiste nasceu em Adis Abeba, Etiópia. Bolseira Fullbright e professora no programa de mestrado em Escrita Criativa e Tradução Literária no Queens College, escreveu os romances O Rei-Sombra (finalista do Booker Prize 2020) e Beneath the Lion’s Gaze, que foi eleito pelo The Guardian como um dos dez melhores livro africanos contemporâneos. Os seus textos podem ser lidos na New Yorker, na Granta e no New York Times, entre outras publicações. Vive em Nova Iorque.
www.maazamengiste.com