10%

50 ANOS DE VIDA LITERÁRIA: Os melhores contos de Sérgio Sant´Anna num único livro

«Os contos aqui reunidos abarcam todas as fases da carreira do autor e refletem suas principais obsessões. Embora sejam muito diferentes entre si, guardam certos elementos comuns, como a frase exata, direta e escorreita; uma voz própria, franca e sem afetação, reconhecível tanto na terceira como na primeira e até mesmo na segunda pessoa; e, sobretudo, uma predileção por (ou necessidade de) deixar à mostra os andaimes da criação, convidando o leitor a não se esquecer de que tudo aquilo é… ficção. Nas palavras do autor: ‘É como se o mundo, para mim, já surgisse filtrado pela representação’. Talvez venha daí outro elemento recorrente em sua narrativa: o senso de humor que, ao sublinhar a artificialidade do mundo e da própria arte, nos lembra a todo tempo que ‘todo ser humano é sempre risível’.»
– do Posfácio

Organização e Posfácio de Gustavo Pacheco

Sérgio Sant'Anna

Sérgio Sant’Anna nasceu no Rio de Janeiro, em 1941. É autor de vinte livros nos mais diversos géneros, do romance ao teatro, mas foi sobretudo no conto que se consagrou como um dos mais importantes escritores brasileiros, com títulos como O concerto de João Gilberto no Rio de Janeiro (1982), A senhorita Simpson (1989) ou O voo da madrugada (2003).
Venceu o Prémio Jabuti (quatro vezes), o Prémio Clarice Lispector da Fundação Biblioteca Nacional, o Prémio Portugal Telecom e o Prémio da Associação Paulista de Críticos de Arte. A sua obra já foi traduzida em várias línguas, além de ter sido adaptada para cinema e teatro.