POR ESTE MAR ADENTRO - Tinta da China
10%

O ALGARVE NO CENTRO DA EXPANSÃO HISPÂNICA NAS ÍNDIAS OCIDENTAIS

Ao longo do século XVI e durante toda a União Ibérica, a fronteira algarvia manteve-se permeável, fruto da mobilidade partilhada por algarvios e andaluzes. Legal ou ilegalmente, a gente do mar do Algarve participava na Carreira das Índias Ocidentais, fornecendo barcos, apetrechos, mão de obra qualificada e abrigo para as armadas da Guarda.

Quando o Atlântico se abriu ao mundo e se tornou um circuito de mercadorias e de pessoas das mais variadas condições e ideias, os algarvios aventuraram-se mar adentro, participando activamente na construção da modernidade e no processo de globalização. Por Este Mar Adentro recupera os percursos de vida dos protagonistas deste fluxo migratório e ressitua historicamente o Algarve na dinâmica económica do espaço atlântico.

Maria da Graça A. Mateus Ventura

Maria da Graça A. Mateus Ventura, doutorada em Letras pela Universidade de Lisboa (UL), é investigadora integrada no Centro de História da mesma universidade, investigadora associada no CHAM — Centro de Humanidades da Universidade Nova de Lisboa, membro da Asociación Española de Americanistas e da Associação de Historiadores Latino‑Americanistas Europeus. É co-fundadora (1995) e presidente do Instituto de Cultura Ibero‑Atlântica (ICIA). Foi promotora da rede portuguesa para a Cátedra de História da Ibero‑América (OEI), professora visitante na Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve (UALG) e coordenadora executiva da Cátedra de Estudos Ibero‑Americanos (UALG e UL). Dos seus sete livros publicados, a maioria dos quais sobre a Ibero‑América, destacam ‑se Manuel Teixeira Gomes: Ofício de viver (coord.; Tinta‑da‑china, 2010) e Portugueses no Peru ao Tempo da União Ibérica: Mobilidade, cumplicidades e vivências (2 vols., 3 tomos, Lisboa, INCM, 2005). É directora da colecção «Travessias» e da Meridional: Revista de estudos do Mediterrâneo (ICIA). Tem participado em numerosas obras colectivas, colabora em revistas nacionais e internacionais e é avaliadora externa de diversas revistas nacionais e ibero‑americanas.