REACCIONÁRIO COM DOIS CÊS - Tinta da China
10%

Por ter frequentado colégios religiosos em criança, o autor habituou-se a ouvir avisos de sacerdotes: «Não se diz essa palavra», «Com esse assunto não se brinca», «Essa figura é sagrada». Agora que é velho, ouve os mesmos avisos da boca de outros sacerdotes — sobre outras palavras, outros assuntos e outras figuras, mas os avisos são exactamente os mesmos. O puritanismo, a aversão ao riso, a vontade de castigar e a convicção de que o castigo é aplicado por juízes infalíveis, também.

Quanto a novidades como o brunch, as caixas de comentários de jornais online, a moderna utilização do adjectivo «brutal», o pensamento positivo, as notícias de lifestyle, e todos os meios de comunicação inventados depois do telégrafo, o autor é igualmente reaccionário. Com dois cês, como deve ser.

Ricardo Araújo Pereira

Ricardo Araújo Pereira (Lisboa, 1974) é licenciado em Comunicação Social pela Universidade Católica, e começou a sua carreira como jornalista no Jornal de Letras. É guionista desde 1998. Em 2003, com Miguel Góis, Zé Diogo Quintela e Tiago Dores, formou o Gato Fedorento. Escreve semanalmente na Visão (Portugal) e na Folha de S. Paulo (Brasil) e é um dos elementos do Governo Sombra (TSF/TVI24). É co‑autor e apresentador de Gente Que Não Sabe Estar (TVI).
Com a Tinta‑da‑china, publicou seis livros de crónicas — entre os quais, Novas Crónicas da Boca do Inferno (Grande Prémio de Crónica APE 2009), Reaccionário com Dois Cês (2017) e Estar Vivo Aleija (2018) —, além de três volumes de Mixórdia de Temáticas e um ensaio: A Doença, o Sofrimento e a Morte Entram num Bar (2016, também publicado no Brasil). No Brasil está ainda publicada a colectânea de crónicas Se não entenderes eu conto de novo, pá (Tinta‑da‑china, 2012).
Coordena a colecção de Literatura de Humor da Tinta‑da‑china, que inclui livros de Charles Dickens, Denis Diderot, Jaroslav Hašek, Ivan Gontcharov, Robert Benchley, S.J. Perelman, George Grossmith, José Sesinando e, mais recentemente, Mark Twain.
É o sócio n.º 12 049 do Sport Lisboa e Benfica.