10%

TRABALHO PRECÁRIO: UM FENÓMENO COM CONSEQUÊNCIAS SOCIAIS DEVASTADORAS

O Brexit em Inglaterra, a eleição de Donald Trump e de Jair Bolsonaro, a ascensão da extrema-direita em vários países da Europa: tudo isto são sintomas de um mal‑estar social. Neste clima de esvaziamento de aspirações e expectativas, associado a um contexto de internacionalização e competitividade das empresas, o mercado de trabalho tem vindo a sofrer significativas desregulações, com impacto directo no aumento da precariedade laboral dos mais jovens.

Retratos da Precariedade olha para um dos grupos mais afectados pela recente crise económico-financeira e para as trajectórias de 24 jovens portugueses licenciados e inseridos no mercado de trabalho, onde enfrentam situações de estágios não remunerados, bolsas consecutivas, contratos a termo, recibos verdes e afins. Um sistema que os submerge num ciclo de incerteza que parece interminável. Este livro não apresenta uma versão unívoca sobre a precariedade, mas identifica regularidades nos discursos dos entrevistados que dão pistas sobre os possíveis impactos sociais e individuais, imediatos e futuros, desta nova realidade laboral.

Outros livros desta investigação:
A Miséria do Tempo

Ana Rita Matias

Ana Rita Marias (1991) é formada em Sociologia pelo ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa. É membro do Observatório das Desigualdades desde 2013, onde tem investigado questões ligadas às desigualdades sociais, mercado de trabalho, precariedade e condições de vida. Atualmente, é doutoranda no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, onde desenvolve a tese de doutoramento A Convivência com a Seca: desigualdades sociais e impactos das alterações climáticas no Alentejo.

Renato Miguel do Carmo

Renato Miguel do Carmo (1971) é professor auxiliar do departamento de Sociologia do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa e investigador no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES). Actualmente, é director do Observatório das Desigualdades e coordenador científico do CoLABOR.
Publicou, enquanto autor ou organizador, mais de duas dezenas de livros, escreve regularmente artigos em revistas nacionais e internacionais e já recebeu vários prémios científicos. Os seus projectos e investigações versam principalmente sobre as temáticas das desigualdades socais e territoriais, precariedade laboral, desemprego, Estado social, políticas públicas, mobilidades espaciais e capital social.
Preside ao grupo de trabalho sobre indicadores de desigualdades sociais do Conselho Superior de Estatística.