10%

LIVRO-TRIBUTO A UM DOS MAIS IMPORTANTES PATRIMÓNIOS NACIONAIS: O MAR

Ao longo de milénios, a costa algarvia foi referência para quem viajava no Mediterrâneo. Os tempos e as condições geográficas produziram aqui comunidades e homens do mar únicos. As suas vidas, e as vozes que as contam, revelam peculiares tradições de maritimidade. Com os seus trabalhos, alegrias e dores, estas populações edificaram modos de vida e de subsistência, desenvolveram práticas de conservação e de preparação culinária do peixe, dando origem a um património gastronómico marítimo de forte identidade territorial.

Do contacto com estas populações, nasceu a vontade de conhecer melhor a sua realidade, o seu mar e o seu peixe. Em Vidas e Vozes do Mar e do Peixe, os autores oferecem-nos a possibilidade de entender como se viveu, sentiu e lutou neste mar, e ainda o prazer de desfrutar dos seus recursos. Ao património de memórias aqui reunidas, juntam-se as práticas de pesca, sempre com o propósito maior — subjacente desde o início do livro — de lançar perspectivas para um futuro sustentável e harmonioso.

Maria Manuel Valagão

Doutorada em Ciências do Ambiente pela Faculdade de Ciências e Tecnologia (Universidade Nova de Lisboa, 1990); investigadora em Sociologia da Alimentação e Ambiente (Instituto Nacional de Investigação Agrária, 1976-2009); consultora da Divisão de Políticas de Alimentação e Nutrição da FAO/ONU, Roma (1980-1995); perita no Comité Scientifique des Appellations d’Origine, Indications Geographiques et Attestations de Specificité Alimentaire da CE, Bruxelas (1994- 1997); professora-convidada no ISCTE (Instituto de Ciências do Trabalho e da Empresa, 1996-2003).
É também autora e co-autora de diversas publicações, tendo sido coordenadora de Tradição e Inovação Alimentar (2006) e de Natureza, Gastronomia & Lazer (2006), obra esta que obteve o Prix de la Littérature Gastronomique 2010, Paris, da Académie Internationale de Gastronomie.
Actualmente é investigadora no IELT (Instituto de Estudos de Literatura e Tradição — Patrimónios, Artes e Culturas) na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (Universidade Nova de Lisboa).

Nídia Braz

Nídia Braz é doutorada em Engenharia Agro-industrial pelo Instituto Superior de Agronomia, mestre pela Loughborough University of Technology (Reino Unido) e licenciada em Biologia pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Lecciona na Universidade do Algarve e é investigadora no seu Centro de Estudos e Desenvolvimento em Saúde.

Vasco Célio

Fotógrafo baseado no Algarve, desenvolve a sua actividade em quatro continentes. Com formação muito ecléctica na área da fotografia, tem frequentado formações de diversas organizações.
Participou em vários projectos como o MobileHome ou Projecto Troika. É sócio fundador do estúdio F32, posteriormente Stills.
No campo da gastronomia destaca-se a sua obra como fotógrafo oficial do International Gourmet Festival, do restaurante Vila Joya, no Algarve, onde acompanha autênticas maratonas culinárias, com a participação dos mais reputados chefs de nível internacional, registando os gestos e rituais criativos de aromas e sabores até à apresentação dos pratos. Destaca-se também a sua participação no Portugal dos Sabores e em projectos de empresas e instituições.
Em paralelo, desenvolve trabalho como autor, o que se materializa em projectos expositivos ou editoriais no campo das artes visuais.