VOCÊ NUNCA MAIS VAI FICAR SOZINHA - Tinta da China
10%

SER FILHA, SER MÃE E TODOS OS SENTIMENTOS DESMESURADOS PELO MEIO – NEURAS, TRAUMAS, OBSESSÕES, MEDO E AMOR

Quando anunciou à mãe que estava grávida de uma menina, Karine, 35 anos, nascida numa família disfuncional do Belenzinho, ouviu esta frase: «Você nunca mais vai ficar sozinha.» Se isto lhe soa a promessa de felicidade eterna ou a prisão perpétua, varia consoante o dia e o exame marcado na longa rotina pré-natal.
Num romance com altas doses de humor, neurose, cinismo e humanidade, Karine vai conversando com a enfermeira sobre traumas de infância, o medo do fim – da juventude, da liberdade, da individualidade –, a solidão, o peso do corpo e das expectativas, a intensa relação com a mãe e o complexo, assustador e comovente caminho para a maternidade.

«Não sou daquelas grávidas saltitantes, não me tornei um unicórnio alado da alegria suprema. Amo esse filho, amarei esse filho. Falo pras pessoas que com tanto mal-estar e cansaço e prisão de ventre nem uma dessas mocinhas bem bobas e leves e ‘apaixonadas pela vida’ permaneceria solar. Mas é mais do que isso.»

Tati Bernardi

Tati Bernardi (São Paulo, 1979) é colunista do jornal Folha de S. Paulo, guionista de cinema e autora da Rede Globo. Escreveu guiões para telenovelas, séries, talk shows e longas-metragens, como o filme Meu passado me condena (com interpretação de Fábio Porchat, Porta dos Fundos). Publicou os livros de contos A mulher que não prestava (2006) e Tô com vontade de uma coisa que eu não sei o que é (2008), os juvenis A menina da árvore (2008) e A menina que pensava demais (2010), e a colectânea de crónicas Homem-objeto e outras coisas sobre ser mulher (2018). Depois a Louca Sou Eu (crónicas) foi um best-seller no Brasil em 2016 — com mais de 30 mil exemplares vendidos — e foi o primeiro livro da autora a ser publicado em Portugal (Tinta-da-china, 2017). Você nunca mais Vai Ficar Sozinha é o seu primeiro romance.